Elina Guimarães, uma grande Advogada, defensora dos direitos das mulheres (11)

 

 

Massamá 1207Elina Júlia Pereira Guimarães da Palma Carlos, natural de Lisboa (08-08-1904 – 24-06-1991). Advogada. Licenciada em Direito pela Universidade de Lisboa, onde ingressou em 1921, Elina Guimarães foi, toda a sua vida, uma destacada activista dos direitos da mulher. Dedicou-se fundamentalmente àquilo a que ela própria chamava “feminismo jurídico”, ou seja, a pôr em linguagem comum e acessível a todos, explicando-os e dando-lhes a maior divulgação possível, textos jurídicos e legislação relativos aos direitos das mulheres, direitos que eram desconhecidos pela maioria delas.

Foi assim que, por exemplo, o seu livro, datado de 1937, A Lei em Que Vivemos, Noções de Direito Usual Relativo à Vida Feminina se esgotou rápida e completamente quando foi dado à estampa. A sua ligação ao movimento feminista português de tradições republicanas aprofundou-se ao integrar, em 1925 e a convite de Adelaide Cabete, o Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas, organismo com ligações internacionais a associações sufragistas, responsável, em 1928, pela realização de um Congresso Feminista em Portugal. Este conselho virá a ser extinto pelo Estado Novo em 1946, extinção que porá igualmente termo à colaboração de vinte anos que a autora manteve com a revista Modas e Bordados, dirigida por Maria Lamas, que foi nesta altura igualmente afastada do seu posto.

A colaboração de Elina Guimarães em revistas e periódicos foi, aliás, vasta, registando colaborações, para além da revista Modas e Bordados, em Gazeta da Ordem dos Advogados, Jornal do Foro, Gazeta da Relação de Lisboa, Civilização, Portugal Feminino, Seara Nova, Os Nossos Filhos, La Française, Le Droit des Femmes, Diário de Lisboa, Diário de Notícias, Máxima e Análise Social. As crónicas de temática jurídica e social que foi publicando na imprensa diária entre 1970 e 1975 foram reunidas em livro sob o título Coisas de Mulheres (1975).

A preocupação com o movimento dos direitos das mulheres como necessidade global está bem patente na sua associação a vários organismos internacionais, como sejam o International Council of Women, a Fédération Internationale des Femmes Diplomées en Droit e a Phi Delta Legal Society. Terá sido em parte esta preocupação que fez surgir Elina Guimarães, em 1988, como uma das candidatas ao Prémio Mulheres da Europa.

Foi agraciada, em 1985, no Dia Internacional da Mulher, com a Ordem da Liberdade. Foi casada com o Advogado Adelino da Palma Carlos.

Obras principais: Dos Crimes Culposos, (1930); O Poder Maternal, (1933); La Condition de la Femme au Portugal, (1938); Guilherme de Azevedo em Família, (biografia, 1940); A Condição Jurídica da Mulher no Direito de Família perante as Nações Unidas, (1962); Mulheres Portuguesas: Ontem e Hoje, (1978); Sete Décadas de Feminismo, (1991).

O seu nome faz parte da Toponímia dos Concelhos de: Amadora, Cascais (Freguesia de São Domingos de Rana), Lisboa (Freguesia do Lumiar, Edital de 12-11-1991), Odivelas (Freguesias de Odivelas e Pontinha), Seixal, Setúbal; Sintra (Freguesia de Massamá *).

Fonte: “Dicionário Cronológico de Autores Portugueses”, (Vol. IV, Publicações Europa América)

Fonte: “Dicionário de Mulheres Célebres, de Américo Lopes de Oliveira, Lello & Irmão Editores, Edição de 1981, Pág. 517”.

Fonte. “Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira” (Volume 12, Pág. 894 e 895)

Nota; Designação aprovada pela Junta de Freguesia de Massamá, a partir de uma proposta minha, para uma das Artérias da, então, chamada Unidade Residencial de Tercena.

Advertisements

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: