O Comandante Gomes Mota, se fosse vivo, faria hoje 84 anos de idade.

Gomes motaJosé de Magalhães Saldanha GOMES MOTA, Comandante da Marinha de Guerra, Militar de Abril e Economista, nasceu em Viseu, a 05-11-1932, e faleceu em Lisboa, a 13-01-2002. Oriundo de família republicana o pai fugira da cadeia de Viseu com Aquilino Ribeiro. José Gomes Mota frequentou em Lisboa os Liceus Gil Vicente e Pedro Nunes, dando entrada na Escola Naval em 1950. Em 1955, já Guarda-Marinha, embarca no “Bartolomeu Dias”, numa viagem que o levou ao Mediterrâneo e à Índia, sob o comando de Sarmento Rodrigues, com cuja filha Isabel, também neta de Guerra Junqueiro, se casará em 1957, após ter sido mobilizado para a Índia.

Tinha 69 anos e era Oficial da Marinha de Guerra. Durante os anos 60 comandou navios em Lisboa e em Luanda e chegou a ser Capitão do Porto de Cascais, tendo o seu nome associado à campanha «Há Mar e Mar, Há ir e Voltar». Em 1970, foi Licenciado em Económicas com a melhor classificação em todo o País. Um ano depois do 25 de Abril de 1974, Gomes Mota ofereceu apoio aos militares moderados do Grupo dos Nove, contra o governo do General Vasco Gonçalves, cedendo o sótão de sua casa para as reuniões onde se debatia a forma de pôr travão à ascensão comunista e de extrema esquerda. Mas fez sempre questão de mostrar a sua oposição à ditadura.

Casou com Maria Isabel Junqueiro Sarmento Gomes Mota, filha do Almirante Sarmento Rodrigues (neta do Poeta Guerra Junqueiro), uma figura do salazarismo que foi Governador-Geral de Moçambique nos anos 60, mas chegou a proibir a mulher de ir visitar a família a Moçambique. Dedicou-se à vida empresarial. Além de consultor económico, foi proprietário da revista Negócios. Dirigiu as campanhas de Mário Soares para as eleições presidenciais e fez parte da comissão política da campanha de Jorge Sampaio.

Na sua qualidade de Economista, esteve à frente da TAP por duas vezes, até que entrou em conflito com o então Primeiro Ministro Cavaco Silva e, em 1984, abandonou definitivamente a Administração da Companhia Aérea.

Gomes Mota foi Secretário de Estado da Cooperação, entre 17-10-1975 e 22-07-1976. Sempre esteve ligado aos socialistas, mas a sua filiação partidária aconteceu só no final de 2000, quando decidiu fazer-se também sócio do Benfica.

O seu nome faz parte da Toponímia de: Amadora.

Fonte: “Dicionário do 25 de Abril”; (Verde Fauna, Rubra Flor, de John Andrade, Editora Nova Arrancada, Sociedade Editora, S.A.. 1ª Edição, Setembro de 2002, Pág. 175 e 176).

Fonte: “Jornal Público”

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: