Maestro Moura Stoffel, na Toponímia de Cascais

Maestro Moura Stoffel, na Toponímia de Cascais, a partir de uma proposta minha (23)

Cascais 1375Amadeu do Nascimento de MOURA STOFFEL, Maestro, nasceu em Bragança, a 24-12-1886, de faleceu em Cascais, a 24-10-1959. Muito cedo revelou vocação para a Música. Aos 12 anos de idade era exímio no violino, na flauta e no saxofone, ingressando mais tarde na Banda da Guarda Nacional Republicana.

Foi um Maestro de renome. Foi subchefe da Banda da GNR, de que estava aposentado à data da sua morte.

Durante 28 anos regeu a Banda Democrática 2 de Janeiro, do Montijo. Transformou-a numa das melhores Bandas civis da época. Foi Professor da Escola Nacional de Música de Lisboa. Fez parte, como primeiro violino, da antiga Orquestra de São Carlos.

Também passou pela Banda da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Santarém, da Sociedade Incrível Almadense (entre 1926 e 1931, e de 1933 a 1940), Sociedade Imparcial de Alcochete e ainda da Banda da Fábrica da Fundição de Oeiras. Musicou diversas revistas e deixou muitas músicas de carácter popular.

O seu nome faz parte da Toponímia de: Cascais (*); Montijo.

Fonte: “Homens e Mulheres Vinculados às Terras de Almada, Nas Artes, nas Letras e nas Ciências” (De Romeu Correia, Edição da Câmara Municipal de Almada, 1978, Pág. 59)

Fonte: “Dicionário dos Mais Ilustres Transmontanos e Alto Durienses”, (Coordenado por Barroso da Fonte, Editora Cidade Berço).

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: