Ruas que já tiveram outros nomes.

A Rua da Misericórdia, ao longo dos anos também sofreu a chamada “dança das placas”

 

RUA DA MISERICÓRDIA, que já foi Rua Larga de São Roque, Rua de São Roque, e Rua do Mundo.

Esta Artéria designou-se de Rua Larga de São Roque, dada a proximidade ao Convento. e Igreja de São Roque.

Porém, no final do Século XIX viu o seu nome encurtado para Rua de São Roque, por deliberação camarária de 18-05-1889 e consequente Edital de dia 8 do mês seguinte.

Depois, o jornal O Mundo, órgão republicano de António França Borges (1871-1915) e matutino de grande tiragem, criado em 16 de Setembro de 1900, instalou-se primeiro na Rua das Gáveas, num edifício que foi depois englobado numa nova edificação com a fachada principal para a Rua de São Roque e na qual até exibia um grande globo. E assim, a edilidade republicana tornou a artéria numa homenagem ao jornal ficando como Rua do Mundo, através do Edital de 18/11/1910.

Já no final da década de trinta do século XX, pelo Edital de 19/08/1937, a edilidade indexou-a antes à Misericórdia de Lisboa, cuja sede se encontra no Largo que encima esta rua e até hoje perdurou como Rua da Misericórdia.

 

Nesta Artéria existiram, ou ainda existem, algumas instituições muito conhecidas, nem sempre por boas razões, e moraram algumas personalidades conhecidas.

 

Nº 2- Igreja Italiana do Loreto (mais conhecida por Igreja dos Italianos).

Nº 17-1º – Jornal de Notícias do Porto (actualmente este jornal funciona nas instalações do Diário de Notícias, na Avenida da Liberdade, nº 266)

Nº 20-2º – Casa de Trás-os-Montes (actualmente está na Praça do Campo Pequeno, nº 50-3º- Esqº)

Nº 20-3º – Associação dos Pupilos do Exército, (actualmente está na Rua Major Neutel de Abreu, nº 20.

Nº 22-3º – Caixa de Previdência do Pessoal da Companhia dos Telefones.

Nº 61 S/Loja – Maria Carolina Ramos – Médica

Nº 67- 1º – Salvador Vilarinho Pereira – Médico

Nº 68 e 70 – Livraria Guimarães Editores.

Nº 17-2º – Jornal A Voz (jornal ligado ao Estado Novo)

Nº 95- Jornal Diário da Manhã (jornal “oficioso” do Estado Novo, suspenso com o 25 de Abril de 1974)

Nº 116-1º- Jornal República (suspenso oficialmente em 1976, mas deixou de se publicar em Maio de 1975)

Nº 125-1º – Comissão de Censura (com este ou outro nome), funcionou, desde 22-09-1969 até ao 25 de Abril de 1974, data em que extinta (as provas eram entregues nas traseiras, pela Rua das Gáveas, no 90.

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: