Faleceu no passado dia 02 de Maio, Querubim Lapa, grande Artista, com obra espalhada, um pouco, por todo o País.

 

 

Querubim LapaQUERUBIM LAPA, Ceramista e Pintor, nasceu em Portimão, em 1925,  e faleceu em Lisboa, a 02-05-2016. Cresceu em Algés, no meio de quatro irmãs. Elas iam a bailes , ele ficava em casa a desenhar. Ainda frequentou a Escola Industrial Afonso Domingues, pata ser serralheiro,,, mas o pai, a conselho de um Pçrofessor,  acabou por o matricular na Escola António Arroio.

Diplomou-se em Pintura e Escultura na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa. Aderiu à corrente neo-realista entrre 9145 e 1953. De 1953 até final da década o seu neo-realiismo poetizou-se na sua temática.

A partir de 1956 passou a dedicar-se intensamente à Cerâmica, estimulado por Jorge Barradas, colhendo na prática desta arte sugestões cromáticas que mais tarde se reflectiram na Pintura.

QuerubimPor volta de 1970 a sua actividade como Ceramista foi particularmente fecunda. Em 1973 recomeçou a pintar, usando uma técnica renovada, traduzida numa exuberância de cor e numa sobreposição de temas inspirados em Os Nenúfares, de Monet.

A partir de 1974 a sua pintura preocupou-se com o momento vigente do País. Retomou então, em termos de nova configuração, preocupações de denúncia social, sendo os seus quadros agressivos na temática e no colorido. Temas verdadeiros, adaptados de imagens recolhidas em jornais e revistas, a figura humana aparece apenas esboçada, escondendo-se na máscara. A máscara continua a predominar nos seus trabalhos actuais, havendo perdido, todavia, a expressão trágica que caracteriza a sua pintura anterior.

Tem executado inúmeras obras cerâmicas e em azulejo para edificios públicos e privados, destacado-se os azulejos do Padrão das fachadas das galerias inferiores do Centro Comercial do restelo em Lisboa, os painéis para a Escola Primária de Campolide, os relevos cerâmicos para o Pavilhão de Portugal na Feira Internacional Comptoir Suisse, Lausanne, o revestimento exterior e interior da Casa da Sorte em Lisboa, o baixo relevo de grandes dimensões para a delegação do Banco Nacional Ultramarino em Lourenço Marques (Maputo), intervenções nas delegações da TAP de Luanda, e Joanesburgo, Copenhaga, Frankfurt, Embaixada de Portugal em Brasília, Painel para a Câmara Municipal do Cartaxo, Hospital de Coimbra, Banco de Portugal, em Lisboa, painel público na Av. 24 de Julho em Lisboa, o revestimento da Estação do Metro da Bela Vista, em Lisboa, etc,etc.

Muitos dos seus quadros e obras econtram-se no Museu de Arte Moderna de Toquio e nos Museus do Chiado, Nacional de Soares dos Reis e da Fundação Gulbenkian, estes três últimos, em Lisboa.

A 10 de junho de 2015, foi condecorado como Grande Oficial da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada.

Fonte: “Quem É Quem, Portugueses Célebres”, (Círculo de Leitores, Coordenação de Leonel de Oliveira, Edição de 2008, Pág. 291 e 292).

Advertisements

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: