“O Sindicalista , Manuel Lopes, um dos fundadores da CGTP-IN”

 

Manuel Lopes, um Sindicalista, fundador da CGTP-IN, que nos deixou, faz hoje 17 anos. Aqui ficam alguns traços biográficos.

 

Santa Clara 0010MANUEL Correia LOPES, Sindicalista e Político, nasceu na Freguesia da Sé Nova (Coimbra), a 18-11-1943, e faleceu em Lisboa, a 15-05-1999. Perdeu o pai aos 3 anos de idade, após o que partiu com a mãe para Lisboa.

Começou a trabalhar como aprendiz na indústria têxtil, onde passou pelos serviços administrativos, pela produção e mais tarde como responsável do serviço de compras. Entretanto, tirou o curso comercial, em horário pós-laboral.

Manuel LopesAos 15 anos, ingressou na Juventude Operária Católica (JOC), de que foi dirigente entre 1960 e 1966. Começou a sua actividade no Sindicato dos Lanifícios de Lisboa. No mesmo ano foi chamado para o serviço militar, tendo anos mais tarde sido mobilizado para a Guiné. Regressado, voltou à actividade sindical e foi eleito Presidente do seu Sindicato, com 26 anos de idade. Como dirigente do Sindicato dos Lanifícios de Lisboa, trabalhou intensamente, em conjunto com outros sindicalistas, na criação da Intersinddical Nacional, actual CGTP-IN.

Empenhou-se activamente na reorganização do Sindicato da Indústria Têxtil e na fusão das federações dos lanifícios e dos têxteis numa única Federação, de que foi dirigente até 1992. Depois da revolução portuguesa, foi dos oradores no primeiro comício comemorativo do 1º de Maio.

Foi também o primeiro sindicalista a falar na televisão portuguesa no direito á greve. Em Junho de 1974, foi escolhido como Delegado dos trabalhadores á conferência da OIT. Era membro do Conselho Económico e Social e da Comissão Permanente de Consertação Social. Representava, desde 1989, a CGTP-IN no Instituto de Emprego e Formação Profissional e fazia parte do Observatório do Emprego e Formação Profissional.

Era membro do Comité Permanente do Emprego da União Europeia e do Comité Consultivo para a Formação Profissional da União Europeia, bem como dos Conselhos de Opinião da RTP e da RDP. Integrava o Conselho Geral da INOFOR.

Manuel Lopes teve uma intensa actividader política e cívica, pertenceu ao MDP-CDE, antes do 25 de Abril de 1974, foi fundador, com outros, do MES, foi Deputado á Assembleia da República entre 1980 e 1985, como independente nas listas do PCP.

Fez parte da Comissão de Apoio à reeleição de Mário Soares para Presidente da República, e integrou a Comissão de Honra da Candidatura de Jorge Sampaio a Presidente da República. Era Deputado, pelo terceiro mandato consecutivo, Assembleia Municipal de Lisboa, em representaçãoi da CDU.

Era membro da direcção do Conselho Português para a Paz e Cooperação e foi durante anos Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Voz do Operário.

O seu nome faz parte da Toponímia de: Cascais (Freguesia de São Domingos de Rana); Évora; Lisboa (Freguesia de Santa Clara, Edital de 07-05-2001, ex-Rua X do Alto do Lumiar); Póvoa de Varzim (Freguesia de Rates); Seixal; Vila Franca de Xira (Freguesia de Vialonga); Vila Viçosa.

Fonte: “Dicionário do 25 de Abril”; (Verde Fauna, Rubra Flor, de John Andrade, Editora Nova Arrancada, Sociedade Editora, S.A.. 1ª Edição, Setembro de 2002, Pág. 206).

Fonte: “Câmara Municipal de Lisboa – Toponímia de Lisboa”

Advertisements

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: