“O Desporto em Portugal” (I)

 

 

Estádio NacionalNo final do Século XIX surgiu em Portugal um novo conceito de homem: (o sportsman (desportista), caracterizado pela juventude, rijeza e posição social. Estes primeiros desportistas pertenciam à alta sociedade lisboeta e praticavam diversos desportos, sendo os responsáveis pela organização das primeiras competições desportivo-atléticas com carácter regular no nosso País. Até esta data, as únucas competições existentes reduziam-se a exercícios de armas, como o tiro ou a esgrima, e às provas de equitação (corridas e saltos) ou vela, enquadrando-se numa prática elitista da nobreza.

Por volta de 1900, as poucas provas desportivas regulares em Portugal eram os saraus de ginástica (ginástica acrobática e de aparelhos), que tinham no Ginásio Clube Português o seu principal impulsionador, bem como os torneios de ténis (que comtavam por vezes com a presença do Rei D. Carlos I), de Tiro (no Campo de Tiro do Lumiar) e de ciclismo (sobretudo passeios em bicicleta em Lisboa e Porto).

O automobilismo começou também a ter as primeiras provas, realçando-se o Circuito das Beiras, cuja primeira edição, em 1903, envolveu oito carros e três motociclos, com três etapas entre Coimbra, Guarda e Castelo Branco, num total de 440 quilómetros. Em geral, estas eram iniciativas desportivas marcadas por um cariz extremamente elitista, sendo momentos privilegiados pera reuniões mundanas da alata sociedade.

Seria preciso esperar pelo período final da Monarquia para se assistir ao incremento definitivo do desporto na sociedade portuguesa. Por acção dos referidos sportsman, a actividade física passou a ser encarada, principalmente pela imprensa, como a melhor forma de salvar uma «raça» que muitos consideravam adormecida, indolente (a taberna era um dos principais espaços de convívio social) e preguiçosa por acção da educação ministrada pelo clero. As grandes dificuldades colocavam-se relativamente à generalização da ideia de desporto e na massificação da prática desportiva entre a população portuguesa. Para superar estes obstáculos foi fundamental a ascensão popular do futebol, o primeiro desporto a onseguir uma verdadeira popularização e um grau significativo de organização em Portugal. (continua)

Fonte: “Dicionário de História da I República e do Republicanismo”, (Volume I: A-E, Coordenação Geral de Fernanda Rollo, Edição da Assembleia da República, Centenário da República, Colecção Parlamento, Edição de Outubro de 2013)

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: