“Ferreira Martins, um General Historiador”

 

O General Ferreira Martins, a quem eu, como Boletineiro dos CTT, entreguei muitos telegramas, pois ele morava na Rua Alegre, nº 23, no dia em que passam 49 anos sobre a sua morte, deixo aqui alguns traços biográficos.

 

Algés 045Luís Augusto FERREIRA MARTINS, General e Historiador, nasceu na Freguesia de Santo André (Lisboa), a 07-04-1875, e faleceu em Algés (Oeiras), a 26-06-1967. Era filho de Francisco Odorico Ribeiro Martins e de D. Maria Firmina das Neves Ferreira Martins. Casou com D. Baptistina Maria de Aguiar Craveiro Lopes, em 31 de Agosto de 1901, de quem teve duas filhas.

Frequentou o Colégio Militar entre 1885 e 1890 e daí transitou para a Escola Politécnica de Lisboa, onde tirou os Estudos Preparatórios de Engenharia e Artilharia.

Alistado, como voluntário, no Regimento nº 5 de Caçadores de El-Rei, em 06 de Agosto de 1890, ingressou depois na Escola do Exército, onde frequentou o Curso de Artilharia entre 1893 e 1895. Terminado o Curso, onde foi 2º classificado, foi promovido a 2º Tenente, para o Regimento de Artilharia nº 5, em 27 de Fevereiro de 1896. Com esta patente, serviu ainda nos Regimentos de Artilharia nº 3 e nº 4.

Ascendeu a Tenente em 04 de Janeiro de 1897, sendo então colocado no Regimento de Artilharia nº 6, onde permaneceu até 30 de Janeiro do mesmo ano, datra em que é colocado na Brigada de Artilharia de Montanha.

Fez parte da Expedição de 1897-1898 a Moçambique, entre 12 de Setenbro de 1897 e 29 de Setembro de 1898, aí tendo participado nas operações que decorreram na região de Angoche. De regresso à Metrópole, é colocado, de novo, no Regimento de Artilharia nº 3.

A 12 de Outubro de 1903 obtém licença para se matricular no Curso de Estado-Maior que concluiu em 26 de Outubro de 1905, onde também foi 2º classificado. Depois de ingressar no quadro deste serviço, foi colocado na Direecção-Geral do Estado-Maior. No ano de 1910 foi Relator de um projecto de defesa dos Açores para o Supremo Conselho da Defesa Nacional e escreveu a sua oprimeira obra iontitulada: Jogo da Guerra Exemplificado.

Durante as incursões monárquicas em Outubro de 1911 foi colocado no Quartel-General das forças em operações.

Promovido a Capitão, em 08 de Junho de 1911, passou a comandar a 1ª Bateria do Regimento de Artilharia nº 2. De 23 de Abril de 1913 a 07 de Fevereiro de 1914, foi Chefe Interino da Repartição do Gabinete do Ministério da Guerra, e, em Novembro do mesmo ano, regressa ao Estado-Mauior do Exército.

Em 1917, integrado no Corpo Expedicionário Português (C.E.P.), embarcou para França, em 28 de Março, onde exerceu o cargo de Sub-Chefe do Estado-Maior, razão pela qual foi graduado no posto de Major, posto a que ascenderia em 08 de Junho desse ano.

Ainda em 1917, foi promovido a Tenente-Coronel, em 17 de Setembro, e no ano seguinte, em 24 de Dezembro, a Coronel. Com esta patente foi nomeado Chefe do Estado-Maior do C.E.P., em Abril de 1919. Regressou ao País, desembarcando em Lisboa, no dia 24 de Maio, tendo sido, logo a 28 do mesmo mês, nomeado Chefe do Estado-Maior do Campo Entrincheirado de Lisboa.

Entre 25 de Maio a 19 de Outubro de 1921, exerceu as funções de Chefe do Estado-Maior da Guarda Nacional Republicana e, em Maio de 1923, foi nomeado Comandante do Regimento de Infantaria nº 5. Porém, logo no mês de Dezembro seguinte, regressou ao Campo Entrincheirado de Lisboa, para, mais uma vez, chefiar o respectivo Estado-Maior.

Em 1924, participou como Vogal, na Comissão encarregada de propor as bases para a organização do Exército Colonial e na Comissão de estudo das bases do cadastro geodésico da propriedade.. Em Agosto de 1925, foi nomeado Chefe da 5ª Repartição da 2ª Direcção-Geral do Ministério da Guerra, passando a chefiar, em Dezembro do ano seguinte, a 2ª Repartição da mesma Direcção-Geral.

Em Junho de 1927, assume o cargo de Segundo Sub-Chefe do Estado-Maior do Exército. Em Maio de 1929, foi colocado no Quadro da sua Arma de origem, tendo sido nomeado, interinamentye, Inspector da 1ª Inspecção de Artilharia, cargo que ocupa até 11 de Setembro desse ano, altura em que é nomeado Comandante da Escola Cenral de Oficiais.

Promovido a General por decreto de 22 de Novembro, tendo-lhe sido contada a antiguidade no posto desde 30 de Setembro, manteve-se no exercício do cargo para que fora anteriormente nomeado.

Presidente do Conselho Superior de Disciplina do Exército, em 1933, é nomeado, em 04 de Julho de 1936, Administrador Geral do Exército, cargo que exerce até 07 de Abril de 1940 e que acumula, entre 1937 d 1940, com o de Vogal do Conselho Superior do Exército e, a partir de 1938, com o de Presidente do Conselho Administrativo do Cofre de Previdência dos Oficiais do Exército Metropolitano. Entretanto, j+á desde 1926, era Delegado do Ministério do Exército no Conselho de Cadastro, do qual assumiu a presidência em Abril de 1938.

Passou à situação de Reserva, em 07 de Abril de 1940, e à Reforma, no mesmo dia de 1947. Já na Reserva, ainda desempenhou funções no Conselho de Recursos do Exército, entre 1940 e 1945, do qual chegou a assumir o cargo de Presidente.

De entre as obras publicadas em vida, citam-se: Jogo de Guerra Exemplificado (1911); Avaliação das Distâncias em Campanha (1913); Portugal na Grande Guerra (1935); História da Expansão Portuguesa no Mundo (1942); A Cooperação Anglo Portuguesa na Grande Guerra, 1914-1918 (1942); A Reconquista do Império do Oriente (1944); ; História do Exército Porftuguês (1945); A Psicologia de Mouzinho: o Homem e o Chefe; História do Exército Português, (1951); Grandes Chefes Militares Contemporâneos, (1968).

Autor de diversas obras publicadas deixou no prelo, à data da sua morte: Grandes Chefes Militares Contemporâneos.

Deixou ainda imensos artigos (cerca de meia centena) publicados em revistas, nomeadamente na Revista Militar, na Revista de Artilharia, no Boletim da Sociedade de Geografia, entre outros.

O mérito com que desempenhou todas as funções que ao longo da sua carreira lhe foram confiados foi reconhecido nos diversos louvores que recebeui, um deles concedidos pelo Ministro da Guerra, tendo recebido também diversas condecorações, nomeadamente com as Medalhas de Ouro, da Classe de Comportamento Exemplar; de Prata e de Ouro, da Classe de Bons Serviços; da Vitória; da Solidariedad de 2ª Classe (República do Panamá); Comemorativa das Caampanhas do Exército Português; de Prata com a legendas “Moçambique 1897-1898”; Comemorativa das Campanhas do Exército Português, de Ouro, com a legenda “França 1917-1918”; Comemorativa das Campanhas do Exército Português, de Prata, com a legenda “CEL – Defesa Marítima: 1916-1918”; e de 1ª Classe da Cruz Vermelha, da Bélgica.

Foi ainda agraciado com os graus de Cavaleiro, Comendador, Grande Oficial e Grã-Cruz da Real Ordem Militar de São Bento de Avis; Distinguished Service Order (Grã-Bretanha); Cruz Vermelha de Mérito e de Benemerência; Comendador da Ordem Militar de Santiago da Espada; Comendador da Ordem de Cristo; Oficial da Legião de Honra (França); Oficial da Ordem da Torre e Espada, Valor, Lealdade e Mérito; Oficial da Ordem de Leopoldo, da Bélgica e Ordem do Leão Branco de 3ª Classe com Espadas (República da Checoslaváquia).

O seu nome faz parte da Toponímia de: Oeiras (Freguesia de Algés).

Fonte. “Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira” (Volume 11, Pág. 202e 203)

Fonte: “Os Generais do Exército Português”, (Coordenação do Coronel António José Pereira da Costa, III Volume, I Tomo, Biblioteca do Exército, Lisboa, 2008, Pág. 349, 350, 351 e 352).

Fonte: “Candidatos da Oposição à Assembleia~Nacional do Estado Novo (1945-1973). Um Dicionário”, (de Mário Matos e Lemos, Luís Reis Torgal, Coordenador, Colecção Parlamento, Edição da Assembleia da República, 1ª Edição, Lisboa, Outubro de 2009, Pág. 201 e 202).

Fonte: “Quem É Quem, Portugueses Célebres”, (Círculo de Leitores, Coordenação de Leonel de Oliveira, Edição de 2008, Pág. 345).

Advertisements

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: