“PAIS e FILHOS (à moda antiga); isto é: Pais também engloba Mães, Filhos e Filhas, na Toponímia”.

João Anastácio Rosa, João Rosa e Augusto Rosa, Pai e Filhos na Toponímia de Lisboa

 

Santa Maria Maior 4JOÃO ANASTÁCIO ROSA, Actor e Artista Plástico, nasceu no Redondo, em 1812, e faleceu em Lisboa, a 17-12-1884. Desde criança revelou extraordinários dotes de artista, concretamente para o desenho e pintura. Veio por isso para Lisboa, onde em 1832 se matriculou na Aula Régio de Desenho. Foi casado com Adelaide Vidoeira Rozsa e pai de João Rosa e Augusto Rosa, ambos Actores.

Abraçou a causa dos liberais e foi combatente, tendo atingido o posto de Sargento. As suas relações com os actores Epifânio e Delfina encaminharam-no para o Teatro.

João Anastácio RosaNo papel de tirano do drama “O Estudante de São Ciro” revelou a sua extraordinária veia melodramática. Na representação do drama bíblico “A Profecia ou a Queda de Jerusalém”, alcançou o seu maior êxito artístico como ensaiador, actor, decorador e guarda-roupa, concedendo-lhe o Governo uma bolsa de estudo em França (1853). Depois de reformado, em 1866, cultivou a pintura, tendo sido apreciado caricaturista. Também dado à escultura, é da sua autoria o busto de Garrett que se encontra no átrio do Teatro Nacional de Dona Maria II.

O seu nome faz parte da Toponímia de: Alandroal (Freguesia de Terena), Amadora, Lisboa (Freguesia de Santa Isabel, Edital de 18-11-1913), Oeiras (Freguesia de Queijas), Redondo.

Fonte: “O Grande Livro dos Portugueses”, (Círculo de Leitores, 1990, Pág. 445)

Fonte: “Quem É Quem, Portugueses Célebres”, (Círculo de Leitores, Coordenação de Leonel de Oliveira, Edição de 2008, Pág. 457).

 

Actor João RosaJOÃO Anastácio ROSA Júnior, Actor, natural de Lisboa, nasceu a 18-04-1843 e faleceu a 15-03-1910. Filho mais velho de João Anastácio Rosa e de Adelaide Vidoeira Rosa e irmão de Augusto Rosa. Estreou-se no Porto em 15-11-1864, na peça Jóias de Família, de César de Lacerda. Com seu irmão Augusto Rosa e o Actor Eduardo Brasão fundou a Companhia Rosas & Brasão, que dirigiu o Teatro de Dona Maria II durante 18 anos.

Foi Professor de Declamação no Conservatório Nacional, onde patenteou a sua vasta cultura e os seus profundos conhecimentos de teatro tanto antigo como moderno. Revelou-se grande no género dramático e inexcedível no cómico.

O seu nome faz parte da Toponímia de: Lisboa (Freguesia do Areeiro, Edital de 27-01-1926), Matosinhos (Freguesia de Senhora da Hora), Seixal (Freguesia de Amora).

Fonte: “O Grande Livro dos Portugueses”, (Círculo de Leitores, 1990, Pág. 445)

Fonte: “Quem É Quem, Portugueses Célebres”, (Círculo de Leitores, Coordenação de Leonel de Oliveira, Edição de 2008, Pág. 457).

 

Actor Augusto RosaAUGUSTO ROSA, Actor, natural de Lisboa, nasceu a 06-02-1852 e faleceu a 02-05-1918. Era filho de João Anastácio Rosa e de Adelaide Vidoeira Rosa e irmão do, também Actor João Rosa. Estreou-se em 31-01-1872 no Porto, no Teatro Baquet, representando a comédia de Camilo Castelo Branco «O Morgado de Fafe em Lisboa», de que seu pai era o protagonista.

Com seu irmão João Rosa e com Eduardo Brasão fundou a Companhia Rosas & Brasão, de que foi a alma, graças à sua vasta cultura e ao seu talento de ensaiador. Interpretou todos os géneros, sendo particularmente notável na alta comédia e no drama moderno. Tornaram-se também muito populares as suas interpretações como declamador, nomeadamente das poesias O Melto de Guerra Junqueiro, A Dança do Vento de Afonso Lopes Vieira. Publicou: Recordações da Cena e de Fora de Cena, 1915, e Memórias e Estudos, 1917.

O seu nome faz parte da Toponímia de: Almada (Freguesia da Charneca de Caparica), Lisboa (Freguesia Santa Maria Maaior, Edital de 17-03-1924), Matosinhos (Freguesia da Senhora da Hora), Odivelas (Freguesia da Ramada), Oeiras (Freguesia de Linda-a-Velha), Porto, Trofa.

Fonte: “Dicionário Cronológico de Autores Portugueses”, (Vol. II, Publicações Europa América)

Fonte: “Quem É Quem, Portugueses Célebres”, (Círculo de Leitores, Coordenação de Leonel de Oliveira, Edição de 2008, Pág. 457).

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: