“PAIS e FILHOS (à moda antiga); isto é: Pais também engloba Mães, Filhos e Filhas, na Toponímia”.

Maria Emília Barradas e Acácio Barradas, Mãe e Filho, na Toponímia de Setúbal.

 

Azeitão 1852MARIA EMÍLIA da Mota Negrão de Capelo BARRADAS, Benemérita, natural de Setúbal, nasceu a 09-03-1823 e faleceu a 11-02-1999. Era mãe do Jornalista Acácio Barradas. Tendo ficado sem herdeiros directos, depois da morte de seu marido (José Sérgio de Capeto Barradas) e de seu filho (Acácio Sérgio Negrão de Capeto Barradas), fundou, em memória do filho Acácio Barradas, o Asilo Acácio Barradas. Dedicou-se desveladamente à causa dos pobres.

Por sua determinação, em testamento, o Asilo Acácio Barradas fica a cargo dos testamenteiros, durante 6 anos, sendo depois entregue à Santa Casa da Misericórdia de Setúbal.

Deixou a familiares seus as suas quintas do Hilário, de cima e de baixo, junto ao antigo sítio do ferro de engomar; a quinta dos morcegos a Alfredo Miguéns; a casa da sua residência à sua afilhada D. Elisa Miguéns Rocha; as casas pequenas a D. Ermelinda de Castro Ramos; a propriedade da Rua Antão Girão seria vendida e o produto dividido por três senhoras amigas; dois olivais grandes existentes em Fronteira, a Manuel M. B. Castro; 1.000&000 réis a cada Freguesia da Cidade, para esmolas a viúvas e pobres recolhidos; 500$000 réis ao Asilo de Infância Desvalida; 1.000$000 réis à Escola da Vila de Fronteira; 5.000$000 réis a D. Carolina Paxeco; 1.000$000 réis a seu afilhado Henrique Costa; 49$000 réis a cada criado ou criada ao seu serviço; 1.000$000 réis a sua afilhada D. Maria E. P. Martins; 600$000 réis a D. Gertrudes Miguéns Lacerda; 2.000$000 réis a Inácio Guedes, e ao Asilo Acácio Barradas deixou 50.000$000 réis.

O seu nome faz parte da Toponímia de: Setúbal (Azeitão).

Fonte: “Dicionário de Mulheres Célebres”, (de Américo Lopes de Oliveira, Lello & Irmão Editores, Edição de 1981, Pág. 116)

Fonte: “Setubalenses de Mérito”, (de João Francisco Envia, Edição de Autor, 2003, Pág. 353 e 354)

Setúbal 1864ACÁCIO Sérgio Negrão de Capelo BARRADAS, Lavrador e Benemérito, natural de Setúbal, nasceu a 08-10-1849 e faleceu a 02-08-1886. Era filho de Maria Emília da Mota Negrão de Capelo Barradas e de José Sérgio Capelo Barradas. Bacharel em Direito pela Universidade de Coimbra. Concluiu distintamente os Preparatórios e no Instituto Agrícola o Curso de Agronomia, em 1870. No ano seguinte matriculou-se em Direito na Universidade. Retirou-se depois para Fronteira, dedicando-se à lavoura e foi depois da morte de um tio, um dos maiores lavradores do Alto Alentejo.

Exerceu todos os cargos elevados da vida local com o maior desinteresse pessoal. Existe em Setúbal uma instituição de beneficência com o nome de “Asilo Acácio Barradas”, fundado por D. Maria Emília Negrão Barradas, em memória do filho.

O seu nome faz parte da Toponímia de: Setúbal.

Fonte. “Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira” (Volume 4, Pág. 253)

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: