Faz hoje 49 anos que Tomás Alcaide nos deixou.

 

No dia em faz 49 anos que o grande Tenor português nos deixou, aqui ficam alguns dados biográficos.

 

linda-a-velha-0167TOMÁSde Aquino Carmelo ALCAIDE, Cantor Lírico, nasceu em Estremoz, a 16-02-1901, e faleceu em Lisboa, a 09-11-1967. Era filho de Roberto Maria Alcaide, foi Militar, assentou praça no Regimento de Cavalaria nº 3, de Estremoz e chegou ao posto de Capitão, e de Maria das Pedras Alvas Gomes Carmelo Alcaide, era filha de um Comerciante de Estremoz.

Após ter concluído a Instrução Primária, Tomás Alcaide fez em Évora o 1º ano liceal (1911-1912) e, com o nº 236, ingressou em 07 de Outubro de 1912 no Colégio Militar, onde terminou o Curso Secundário. Essa passagem pelo famoso estabelecimento de ensino deixou marcas indeléveis na personalidade de Tomás Alcaide.

Estudante de Medicina, abandonou esta área para se dedicar ao Canto, que estudou primeiro em Lisboa e depois em Milão. Estudou em Lisboa com Francisco de Sousa Coutinho e Eugénia Mantelli.

Estreou-se no Clube Estefânia e no Teatro Nacional de São Carlos, durante a temporada de 1924.

Em Abril de 1925 partiu para Milão, onde estudou com Fernando Ferrara, em em Dezembro desse ano cantou na ópera Mignon de Ambroise Thomas no Teatro Carcano de Milão.

Iniciava-se assim uma carreira internacional que, nos primeiros anos, o levaria a vários teatros italianos, aos Estados Unidos da América, à Suíça, à Holanda e a Portugal.

O ano de 1930 marcou o início do apogeu da sua carreira: cantou em Janeiro e Fevereiro no Teatro Real de Roma (contracenando com Bidu Sayão, Ebe Stignani e Mariano Stabile) e em seguida no Scala de Milão. Apesar disso, não deixou de actuar em Portugal, cantando na Primavera de 1930 no Coliseu dos Recreios de Lisboa, onde voltaria nos anos seguintes. Durante o Verão, integrou uma Companhia de Ópera com cantores portugueses, sob a direcção do Maestro Pedro Blanch que deu espectáculos no Porto e em Braga. No final do ano cantou em Helsínquia (onde voltaria noutras temporadas) e no Teatro Del Liceo de Barcelona contracenando com Mercedes Capsir, sob a direcção de Antonino Votto.

Em 1931 voltou ao Scala de Milão, e em Junho estreou-se na Ópera de Paris (a sua única apresentação nesse teatro, no Rigoletto e em substituição de Beniamino Gigli) e no Verão no Festival de Salzburgo e na Ópera de Estado de Viena, junt<amente com um grupo de Cantores ligados ao Teatro Alla Scala.

A partir de 1932 cantou predominantemente em Teatros do Sul de França, como o Grand Théâtre de Bordéus, ou o Théâtre du Grand Csino de Vichy, actuando também nos Teatros Belgas e do Norte de França (Bruxelas, Gand, Liège, Lille, Rouen, Estrasburgo, etc.), onde a partir de 1934 e até ao eclodir da II Grande Guerra Mundial se manteve especialmente activo.

O seu afastamento dos palcos italianos, que se vinha verificando desde 1932, tornou-se efectivo em 1935 quando lhe foi solicitado que se naturalizasse italiano para poder continuar a cantar naquele país.

Na Primavera de 1940 partiu em digressão pela América do Sul, onde permaneceu até 1942, actuando no Brasil e no Teatgro Colón de Buenos Aires. A situação criada pela guerra e problemas de saúde levaram-no a não cantar durante dois anos, entre 1943 e 1945. Quando retomou a actividade profisisonal, a carreira de Tomás Alcaide não voltaria a ser a mesma: para além de algumas récitas em Portugal, cantaria nos Teatros belgas em 1946-1947 e no Brasil, onde, em princípios de 1948, actuaria pela última vez como Cantor de Ópera internacional.

De regresso a Lisboa em 1949, não conseguiu encontrar ocupação profissional como Cantor Lírico, assumindo um lugar de Assistente de Programas de 2ª Classe na Emissora Nacional (EN). Entre 1951 e 1955, data em que se retirou definitivamente, actuou apenas p+ontualmente nos Teatros portugueses, cantando opereta.

Só em 1962 pode passar a desempenhar funções de Professor de Canto e Encenador na Companhia Portuguesa de Ópera, sediada no Teatro da Trindade em Lisboa, as quais conservou até à sua morte.

Entre 1930 e 1934 gravou para a Columbia Gramophone Company excertos de Doña Francisquita, de Amadeo Vives; Les Pêcheurs de Perles, de Bizet; La Favorita, de Donizetti; Werther e Manon, de Massenet; Cavalleria Rusticana, de Mascagni; Mefistofele, de Boito; Martha, de Flotow; Rigoletto, de Verdi e Mignon, de Thomas, seguindo-se a gravação de um grupo de seis canções portuguesas em 1936.

Tenor Lírico com grande facilidade no registo agudo, o que o aproximava do tipo do Tenore di grazia, Tomás Alcaide inseria-se na escola italiana de finais do Século XIX e princípios do Século XX. A sua voz, possuía um timbre suave e aveludado.

Tomás Alcaide interessava-se particularmente pelos aspectos visuais da composição da personagem, como a esolha dos trajes, ou a caracterização, sem descuidar a construção psicológica das personagens que interpretava.

Distinguiu-se como intérprete do Duque de Mântua em Rigoletto, Fausto na ópera homónima e Nadir em Les Pêcheurs, mas o seu repertório incluía muitos outros papéis.

Obras principais: Um Cantor no Palco e na Vida, (Memórias, 1961).

O seu nome faz parte da Toponímia de: Almada (Freguesia da Sobreda); Amadora, Estremoz, Évora, Lisboa (Freguesia de Marvila, Edital de 04-11-1970); Oeiras (Freguesia de Linda-a-Velha), Seixal (Freguesias de Corroios e Fernão Ferro); Sintra (Freguesia de Algueirão-Mem Martins).

Fonte: “Dicionário Cronológico de Autores Portugueses”, (Vol. IV, Publicações Europa América, Organizado pelo Instituto Português do Livro e das Leituras, Coordenação de Ilídio Rocha, Edição de 1997, Pág. 79 e 80)

Fonte: “Enciclopédia da Música em Portugal no Século XX” (Direcção de Salwa Castelo-Branco, 1º Volume, A-C, Temas e Debates, Círculo de Leitores, 1ª Edição, Janeiro de 2010, Pág. 22, 23 e 24)

Fonte: “Cantores de Ópera Portugueses”, (Mário Moreau, III Volume, 1995, Pág. 23 a 214, Bertrand Editora).

Fonte: “Quem É Quem”, (Portugueses Célebres, Círculo de Leitores, Edição de 2008, Pág. 21).

Nota: A Placa Toponímica é da Artéria que fica em Oeiras, na Freguesia de Linda-a-Velha

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: