Portugueses, nascidos nos territórios administrados por Portugal, que fazem parte da Toponímia Nacional.

Muitos foram os Portugueses que, embora tendo nascido fora de Portugal Continental e Ilhas, fazem parte da Toponímia, vamos, dentro do possível, torná-los mais conhecidos do público.

 

acacio-barreirosACÁCIO Manuel de Frias BARREIROS. Político e Autarca, Nasceu em Cabinda (Angola), a 24-03-1948, e faleceu em Sintra, a 17-02-2004. Era filho de um Funcionário da Administração Colonial e de uma Professora Primária. Acácio Barreiros estudou em Nova Lisboa, actualmente chamada Huambo, antes de se mudar para Portugal.

Distinguiu-se ao longo de toda a sua vida, por um empenhamento cívico e político, constante e apaixonado. Começou nos combates da juventude contra o regime ditatorial, que imperou até ao 25 de Abril de 1974. Acácio Barreiros foi, enquanto estudante universitário, aluno do Instituto Superior Técnico, dirigente associativo, participante activo e militante nas lutas da juventude estudantil contra o regime do Estado Novo, tendo sido mesmo obrigado, num curto período que antecedeu a revolução democrática de Abril, a viver na clandestinidade. Já em liberdade, Acácio Barreiros foi um destacado dirigente da UDP (União Democrática Popular), sendo, durante alguns anos, nesta Assembleia o seu único representante eleito. Granjeou, desde essa época, uma popularidade assinalável pela sua combatividade e pelas suas qualidades, reconhecidas por amigos adversários políticos, de tribuno parlamentar.

Posteriormente, já no PS (Partido Socialista), de cuja direcção política, fez parte, voltou a ser eleito para o Parlamento nacional, onde se manteve até ao final da vida.

Acácio Barreiros foi também autarca, membro da Assembleia Municipal de Lisboa, candidato do PS à Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e Vereador eleito durante um mandato. Depois autarca por Sintra, onde residia e onde faleceu, tendo sido presidente da respectiva Assembleia Municipal

Foi membro, com o cargo de Secretário de Estado da Defesa do Consumidor no XIV Governo Constitucional.

O seu nome faz parte da Toponímia de: Sintra (Portela de Sintra e Freguesia de Queluz *).

Fonte: “Dicionário do 25 de Abril”; (Verde Fauna, Rubra Flor, de John Andrade, Editora Nova Arrancada, Sociedade Editora, S.A.. 1ª Edição, Setembro de 2002, Pág. 40).

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: