A pobre cultura está ainda mais pobre, faleceu no passado dia 24, a Escritora Maria Isabel Mendonça Soares

maria-isabelMARIA ISABEL Garção de MENDONÇA SOARES, Escritora e Professora, nasceu em Lisboa, a 24-02-1922,  e faleceu na Parede (Cascais), a 24-01-2017. Em 1950 concluiu o Curso de Filologia Românica na Faculdade de Letras de Lisboa. Autora e Tradutora de literatura para a infância e juventude

Tem-se dedicado ao Magistério no Ensino Técnico e na Escola de Educadores de Infância. Maria Isabel de Mendonça Soares colaborou ainda com várias publicações para a infância, algumas das quais ligadas à Mocidade Portuguesa, como Lusitas, Fagulha, Girassol, Camarada, Pisca-Pisca e Farol..

Especialista em literatura infantil, cultivou o conto e o teatro, difundido pela rádio e pela televisão. Foi Directora-Adjunta do jornal infantil Fagulha.

Obras principais: O Cordeirinho do Menino Jesus, (1952); O Marujinho Que Perdeu o Norte, (1958); A Vida Fascinante de Luísa Todi, (1962); Primeira Aventura no Mindo das Cores e dos Sons, (1969); Primeira Aventura no Mundo das Palavras, (1969); Primeira Aventura no Muindo do Raciocínio, (1969); Naquele Tempo Havia Um Pescador, (1971); e Os Tamanquinhos de Pau, (1973). O Marujinho Que Perdeu o Norte, (2ª Edição, 1976); Sete Cabeças a Pensar, (1979); O Grande Livro dos Animais, (1986); Quadrilha do Gato Maltês, (1990); De Inverno Também Faz Sol, (1990); As Amêndoas do Padrinho Pascoal, (1990); As Vancaças da Josette, (1990); A Bíblia Sagrada, (tradução, 1997); Bíblia das Crianças, (1997); O mar na Cultura Popular Portuguesa, (1998); Histórias de Encantar, (1998); Logo se Vê, (1999); A Panela Mágica, (1999); O s Três Porquinhos, (1999); Verde é a Esperança, (2000); O Nabo Gigante, (2001); Era Uma Vez e Talvez Seja Ainda, (2001); O Castelo de Queijo, (2002); Os Bons Piratas, (2004); A Dança dos Anjos, (2005); Beck e a Guerra das Amoras, (2006); Histórias Para Ler e Contar, (2009); O Flautista de Hamelin, (2010); O Gato das Botas, (2010).

Fonte: “VELBC – Verbo Enciclopédia Luso-Brasileira de Cultura”, (Volume 17, Pág. 359 e 360).

Fonte: “Dicionário Cronológico de Autores Portugueses”, (Volume V, Organizado pelo Instituto Português do Livro e das Bibliotecas; Publicações Europa América, Coordenação de Ilídio Rocha, Julho de 2000, Pág. 244 e 245)

 

 

 

Advertisements

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: