Os CTT, com este ou com outros nomes que foram tendo ao longo dos anos, tiveram, para o seu prestígio e engrandecimento, a contribuição de muitas pessoas. São essas pessoas que, dentro da medida do possível, pretendo dar a conhecer.

cavalo-dos-ctt-antigoJOSÉ PEDRO GOULÃO, 4º Chefe da Circunscrição de Exploração dos CTT da Beira Alta, exerceu o cargo desde 1953. Natural de Nisa, onde nasceu a 26-12-1910. Era filho de António Bernardes Pestana Goulão, proprietário, e de D. Maria José Curado Goulão.

Terminado o Curso Geral do Liceu em Castelo Branco, no ano lectivo de 1917/1918, frequentou a Escola de Correios e Telégrafos, e foi admitido como Aspirante para as Estação Central Telegráfica do Porto em 1919.

Oficial de 1ª Classe, em 1924; 3º Oficial, em 1939; 2º Oficial, em 1942, prestou serviço alguns anos em Lisboa, mas fez quase toda a sua carreira, como funcionário executante, nos Serviços Telegrafo-Postais de Santarém. Entrando nos quadros dos funcionários dirigentes, pela sua promoção a Sub-Chefe de Serrviço de Exploração, em Dezembro de 1943, foi nom mês imediato colocado como Sub-Chefe na Circunscrição de Vila Real, donde, dois anos depois, transitou para a Central Telegráfica de Lisboa, em idênticas funções.

Promovido a Chefe de Serviços de Exploração de 1ª Classe, a 17 de Janeiro de 1949, tomou a direcção da Circunscrição dos Açores er transitou depois para a da Beira Alta, por Alvará de 22 de Janeiro de 1953, mas só em 07 de Março tomou posse.

Em 24 de Agosto de 1953, a Administração Geral dos CTT inaugurou a última fase de automatização das redes telefónicas de Viseu, e por essa ocasião fez distribuir, para conhecimento público, uma plaquete elucidativa do valor da obra realizada.

GRUPO DE REDES TELEFÓNICAS DE VISEU

Em 15 de Julho de 1945 automatizou-se o Grupo de Redes de Viseu. Instalaram-se 5 centrais automáticas, 8 semi-automáticas e 7 posições de comutação manual para serviço interurbano.

Em 11 de Dezembro de 1949 ampliaram-se as instalações e introduziu-se selecção automática entre assinantes. Transformaram-se em automáticas masi 6 centrais e aumentou-se o número de pisições interurbanas manuais. Instalaram-se cabos telefónicos subterrâneos para interligação das principais localidades do grupo de redes.

Instalações inauguradas em Agosto de 1953:

Substituiu-se a estação interurbana manual de Viseu por equipamento automático.

Bibliografia: “Assistentes do Correio-Mor do Reino em Viseu”, (por Godofredo Ferreira, Edição dos CTT, Lisboa 1960)

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: