Quem não conhece e(ou) nunca visitou a “Casa Saloia do Sobreiro”, em Mafra? José Franco, o “pai” da Casa Saloia do Sobreiro, se fosse vivo, faria hoje 97 anos de idade.

 

José FrancoJOSÉ Silos FRANCO, Ceramista, Oleiro e Escultor, nasceu no  Sobreiro (Mafra), a 19-03-1920, e faleceu no Hospital de Santa Maria (Lisboa), onde se encontrava internado devido a uma queda, a 14-04-2009. José Franco é uma figura pública de grande relevo, autor da famosa aldeia-museu do Sobreiro. Para muitos é o »pai do figurado«.

José Silos Franco nasceu numa família com 15 irmãos. Os pais eram Oleiros de profissão, ganhando a vida com o fabrico de pratos, travessas, jarros, vasos e outras peças em barro que vendiam à porta da sua pequena olaria e nas festas populares e feiras. Foi em meados dos anos 1940 que o Ceramista concretizou o sonho de reproduzir uma aldeia típica da sua terra, onde colocou o tradicional moinho de vento para moer o trigo, a cozinha rural, uma capelinha dedicada a Santo António, uma azenha movida a água, uma carpintaria, a adega, a barbearia e uma mercearia.

A sua obra tem tido uma influência determinante no figurado, estendendo-se pelas regiões circundantes. José Franco considera que executa três tipos de arte: a sacra (tudo o que diz respeito ao divino), a popular (que representa o trabalho, o suor e a espera da vida do Homem), a a satírica (que engloba os prazeres e seus excessos, o humor, a malandrice). A obra deste mestre barrista é vastíssima e reconhecida ao mais alto nível nacional e internacional. Ao longo da sua laboriosa e frutuosa vida participou em inúmeros certames e exposições, assim como tem sido contemplado por imensos prémios e condecorações honrosas.

Entre esses, destaca-se, nomeadamente, o Grau de Cavaleiro da Ordem Militar de Santiago de Espada, em 1980, Diploma e Medalha Turística de Prata de Mérito pela Junta de Turismo da Ericeira, em 1992 e a Medalha de Honra do Município de Mafra, em 1996.

A sua mais recente condecoração foi-lhe conferida pelo actual Presidente da República. No dia 10 de Junho de 2000.

O seu nome faz parte da Toponímia de: Mafra; Sintra (Freguesia de Rio de Mouro).

Fonte: “Quem É Quem, Portugueses Célebres”, (Círculo de Leitores, Coordenação de Leonel de Oliveira, Edição de 2008, Pág. 233).

Advertisements

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: