Os CTT, com este ou com outros nomes que foram tendo ao longo dos anos, tiveram, para o seu prestígio e engrandecimento, a contribuição de muitas pessoas. São essas pessoas que, dentro da medida do possível, pretendo dar a conhecer.

cavalo-dos-ctt-antigoJOSÉ BASÍLIO RADEMAKER, foi o 3º Sub-Inspector Geral dos Correios e Postas do Reino, exerceu o cargo de 1827 a 1828. Nasceu em Lisboa, a 23 de Maio de 1789 e faleceu na mesma Cidade, vítima de cólera-morbo, a 21 de Julho de 1856. Era filho de Daniel Rademaker, de origem holandesa, e de D. Mariana Antónia Josefa da Rocha Correia da Silva Rademaker. Casou em 1820 com D. Carlota João Verdier, filha de Timóteo Lecussan Verdier, industrial de origem francesa, e houve larga descendência, da qual lhe sobreviveu apenas uma filha e dois filhos; o Padre Daniel Rademaker e o Padre Carlos João Rademaker, Jesuíta notável, apóstolo da instrução e fundador do Colégio de Campolide, em Lisboa.

Após os primeiros estudos, e tendo-lhe falecido o pai, em 1802, foi, em 1802, para casa de seu tio José Rademaker, agente Diplomático em Londres, onde frequentou o Colégio de Kensington, até que, pela transferência do tio para o Consulado Geral dos Estados Unidos da América, regressou a Lisboa em 1804.

O conhecimento perfeito das línguas francesa e inglesa, sugeriu-lhe a ideia de entrar para a Secretaria dos Negócios Estrangeiros, e nesse desejo procurou mover em seu favor o Conde da Barca, que então dirigia aquela Secretaria de Estado, recorrendo para isso ao valimento de alguns parentes. Infelizmente, porém, a 1ª invasão francesa, cortou-lhe as esperanças; e, o que foi pior, levou-o a aceitar um emprego, que pouco durou e muitos amargos cde boca lhe trouxe.

Criara Junot para as Províncias uma espécie de Governadores Civis com o título de Corregedores-Mor, e para esse cargo em Abrantes nomeou um tal Mr. Bellisle, rapaz de 25 anos de idade, amável e bem intencionado, a quem José Basílio Rademaker acompanhou na qualidade de Secretário. Em breve, porém, começou nas Províncias o levantamento contra os invasores; e uma bela manhã, Corregedor e Secretário tiveram de fugir diante dos revoltosos. Depois de mil peripécias em que Mr. Bellisle perdeu a vida, Rademaker foi encarcerado na cadeia de Vila Nova de Constância, onde dormiu no chão e comeu de esmolas, até que chegou a ordem de soltura trazida por um criado da família, a qual só muito tarde tivera notícia dos infortúnios dele.

Reentrando em casa, veio a encontrar Lisboa desocupada dos franceses e numa atmosfera de entusiasmos bélicos, que o levaram à resolução de assentar praça, como faziam todos os rapazes da sua idade; foi, porém, ainda o conhecimento de línguas que, afastando-o dessa intenção, lhe trouxe um novo emprego entre estrangeiros.

Admitido em fins de 1808 como intérprete junto do Tenente-Coronel Walsh, do exército inglês, transitou depois para o serviço do Comissário Geral do mesmo exército. Pouco tempo ocupou este posto; a doença reteve-o em Lisboa e forçou-o pedir a demissão.

Em 07 de Novembro de 1810 entra para a Contadoria dos Socorros Britânicos feitos ao Reino de Portugal; Repartição encarregada de pagamento do soldo aos Oficiais britânicos e dos adiantamentos que a Inglaterra nos fazia para as despesas da guerra, e aí se conservou até 27 de Fevereiro de 1815, data em que encetou a carreira Diplomática como Secretário de Cipriano Ribeiro Freire, recentemente nomeado Enviado Extraordinário e Ministro Plenipotenciário em Londres.

Em Novembro desse mesmo ano embarca em Falmouth com a missão de levar ao Rio de Janeiro, onde chegou em meados de Janeiro de 1816, despachos importamntes para o Príncipe Regente. Seis meses se conservou naquela Cidade até que, em 24 de Julho desse ano, alcançou a nomeação de Oficial supranumerário da Secretaria dos Negócios Estrangeiros e da Guerra, com o ordenado de 240$000 réis, para ser empregado na Legação de Londres, como de facto o era já, embora sem nomeação régia, e ao mesmo tempo teve o grau de Cavaleiro da Ordem de Cristo.

Regressado a Portugal com o Conde de Palmela em 1820, ingressou no quadro da sua Secretaria em 09 de Novembro desse ano; e quando se deu o desdobramento do Ministério, nos Estrangeiros e da Guerra, Rademaker ficou no primeiro, onde desde logo serviu como Oficial-Maior interino, do que teve confirmação em 01 de Outubro de 1821. Em 07 de Janeiro de 1823 foi agraciado com o Grau de Cavaleiro da Ordem da Conceição.

Com a queda da Constituição, após os acontecimentos de Vila Franca de Xira, voltou ao poder Palmela, já então Marquês, e José Basílio Rademaker recebeu o Grau de Comendador Honorário da Ordem de Cristo; a Medalha da «Restauração dos Direitos da Realeza» e a nomeação de Secretário, sem voto, Da Junta instituída para preparar um projecto de Carta de Lei Fundamental da Monarquia Portuguesa.

Politicamente viveu sempre rodeado de suspeições, apodado ora de miguelista ora de liberal. Quando, em 1824, D. João VI, para se fazer respeitar pelo Infante, se viu forçado a refugiar-sew a bordo da nau inglesa Windsor Castle, os Oficiais Maiores das diversas Secretarias foram chamados a bordo durante a permanência ali do soberano, para despacharem os assuntos das suas repartições. Rademaker também ali foi, e para maior comodidade até lá se instalou por alguns dias; este facto, ligado à sua nomeação do Oficial-Maior pelo governo de 1821, tornaram-no suspeito de liberal.

Nesse mesmo ano recebe a carta do Título do Conselho, e no ano seguinte as Comendas de Santana da Rússia e de Carlos III, de Espanha.

Ainda em 1824 teve o encargo de rever o ruinoso tratado de comércio com a Inglaterra, de 1810 prestes a expiar o prazo de validade.

Morto D. João VI, em Março de 1826 e outorgada a Carta Constitucional, as intrigas urdidas contra Rademaker tomam outra feição; desta vez acusam-no de parcial do Infante. O jornal de Lisboa O Fiscal dos Abusos, jornal oficial, responda com a publicação de um elogioso desagravo do Ministro, a verdade é que pouco depois destituem-no da direcção da Gazeta, que lhe competia como Chefe da Secretaria dos Negócios Estrangeiros, porque, no dizer do Marechal Saldanha: o poder na mão do Infante seria a perda da liberdade, e tudo se encaminha para isso, e quem mais para tal concorre é a Gazeta de Lisboa, dirigida debaixo da influência do Oficial-Maior Rademaker; e, querendo quebrar este instrumento, nomeia Liberato Freire de Carvalho para a direcção da Gazeta.

Falecendo Lourenço António de Araújo, foi José Basílio Rademaker nomeado Sub-Inspector Geral dos Correios e Postas do Reino, por Decreto de 01 de Outubro de 1827.

Foram-se desenrolando os sucessos daquele agitado período, D. Miguel aclama-se Rei absoluto e novamente voltam as suspeitas de liberalismo atribuído Rademaker, e como consequência, por Decreto de 09 de Dezembro de 1828, exoneram-no de Oficial-Maior e Sub-Inspector dos Correios por se achar nomeado pra uma comissão do real serviço fora do Reino. Não se conformou ele com esta manifestação do desgrado régio, embora mascarada com a promessa de uma comissão rendosa; deixou de ir à Secretaria, mas reclamou polidamente. Passou mais de um mês; e, em 31 de Janeiro de 1729, dão-lhe, com o ordenado anual de 4.800$000 réis, o posto de Ministro Plenipotenciário na Corte de Turim, para onde partiu em Julho desse ano, com a sua mulher e filhos, a bordo do bergantim sardo Livietta, disposto a cumprir a missão com todo o zelo, apesar de saber que ela era só um pretexto para o afastar do País.

Outro qualquer teria considerado o lugar como uma sinecura de que tiraria todo o proveito, entregando-se a uma vida tranquila e sem cuidados. Não o fez, porém, Rademaker; e, tomando a peito as instruções recebidas, afincadamente trabalhou para reconhecimento do Infante como Rei de Portugal.

Ingrata tarefa! Nos estados sardos recebeu todas as atenções devidas à sua elevada categoria, mas não conseguiu fazer-se acreditar como representante do sei Reu, embora mantivesse com o Governo do Piemonte as amistosas relações que valeram a D. ,Miguel as deferências com que foi recebido dem Génova, a caminho do exílio.

A sua notável correspondência diplomática certofoca a lealdade e dedicação com que desempenhou o cargo.

Cessando as funções Diplomáticas e abandonando a vida pública ficou em Itália entregue à educação dos filhos e à administração dos bens adquiridos, até que a revolução de 1847, e a perseguição dos Jesuítas, que mais alastrou no princípio de 1848, determinaram o seu regresso à Pátria, para o que solicitou da Delegação de Turim o necessário passaporte, que lhe foi concedido depois de alguns embaraços. Ao fim de 19 anos de ausência, desembarcou em Lisboa em 27 de Agosto de 1848, acompanhado da família. Conservou-se sempre afastado de todos os assuntos políticos, cultivando a leitura e fazendo algumas traduções de obras de carácter religioso, que foram publicadas no órgão do Partido Legitimista.

Da sua curta passagem pela Direcção dos Correios não ficou obra que valha referência especial.

Como Oficial-Maior da Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros, de que dependiam os Correios, informou, com inteligência e justiça, alguns processos destes serviços, cujo estudo lhe foi confiado pelo Ministro. Como Sub-Inspector a sua posição era bem mais delicada; as exigências, perseguições, e violências naquele tempo d elutas internas punham-no constantemente em presença de situações que deviam repugnar ao seu carácter recto e honesto, mas contra as quais não lhe era dado reagir.

Para uso do Correio Geral mandou elaborar, em 1828, um índice geral das localidades compreendidas na área de cada Repartição de Correios do País.

Fonte: “Dos Correios-Mores do Reino aos Administradores Gerais dos Correios e Telégrafos”, (De Godofredo Ferreira, 2ª Edição, revista e aumentada, Lisboa, 1963)

Fonte: “Velhos Papéis do Correio”, (de Godofredo Ferreira, Editado pelos CTT, Edição de 1949)

Advertisements

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: