Os C.T.T., com este ou com outros nomes que foram tendo ao longo dos anos, tiveram, para o seu prestígio e engrandecimento, a contribuição de muitas pessoas. São essas pessoas que, dentro da medida do possível, pretendo dar a conhecer.

cavalo-dos-ctt-antigoMIGUEL Vaz Duarte BACELAR, Major de Engenharia; Administrador-Geral dos Correios e Telégrafos, exerceu o cargo de 10 de Maio de 1930 a 25 de Agosto de 1933.

Sob a sua administração inaugura-se o Serviço de Ambulâncias Postais na linha férrea do Vale do Vouga e a nova Central Telegráfica de Lisboa.

Cria-se um lugar de Secretário do Administrador-Geral (Decreto de 15 de Maio de 1930).

Estabelece-se em que casos devem ser anuladas as nomeações e promoções dos funcionários que não tomarem posse (Decreto de 10 de Julho de 1930).

Exige-se para o lugar de manipulador-auxiliar a habilitação mínima do 3º ano dos Liceus, ou equivalente (Decreto de 13 de Dezembro de 1930).

Os Serviços Semafóricos e respectivas Estações passam para o Ministério da Marinha (Decreto de 19 de Janeiro de 1931).

Reunem-se num só Diploma todas as disposições relativas à aquisição, reparação e venda de material (Decreto de 09 de Junho de 1931).

Regulamenta-se provisoriamente a execução do Serviço Postal Aéreo (Decreto de 30 de Dezembro de 1931).

Legisla-se sobre o uso das máquinas de franquear correspondência postal (Decreto de 18 de Abril de 1932).

Cria-se a Direcção dos Serviços Rádio-Eléctricos e legisla-se sobre os Serviços de Rádio-Comunicações e Rádio-Difusão (Decreto de 29 de Junho de 1933).

Aprova-se o regulamento para o serviço de anúncios nas Estações Telégrafo-Postais, nos invólucros de correspondência (Decreto de 22 de Julho de 1933).

Aprova-se o Regulamento para o serviço de anúncios nas Estações Telégrafo-Postais, nos invólucros de correspondências (Decreto de 22 de Julho de 1933).

A rede telefónica nacional, seguindo a sua senda de progresso, atinge no princípio do ano de 1932 uma exyensão aproximada de 9.000 quilómetros de circuitos, ligando entre si cerca de 245 localidades.

Em Setembro de 1932 teve a presidência da Delegação Portuguesa ao Congresso Telegráfico e Rádio-Telegráfico de Madrid, onde se formou a União Internacional das Telecomunicações, que subsutuiu a União Telegráfica.

Miguel Bacelar, foi agraciado, por proposta do Ministro da Guerra, com a o Grau de Cavaleiro da Ordem Militar de Cristo, a 22 de Junhho de 1925, e com o Grau de Comendador da Ordem Militar de Cristo, por proposta do Ministro do Interior, a 31 de Maio de 1944.

Fonte: “Dos Correios-Mores do Reino aos Administradores Gerais dos Correios e Telégrafos”, (De Godofredo Ferreira, 2ª Edição, revista e aumentada, Lisboa, 1963)

Fonte: “Velhos Papéis do Correio”, (de Godofredo Ferreira, Editado pelos CTT, Edição de 1949)

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: