Fernando Curado Ribeiro, Actor, Radialista e Homem de Cultura, se fosse vivo, faria hoje 98 anos de idade.

 

Curado RibeiroFERNANDO Teixeira CURADO RIBEIRO, Actor e Radialista, natural de Lisboa, nasceu a 25-05-1919 e faleceu a 04-07-1995. Estudante de Engenharia de Máquinas e Electrotecnia, dotado de boa figura e voz romântica, começou a cantar nos serões académicos do Instituto Industrial e acabou por abandonou os estudos para se dedicar à Rádio, tendo entrado para os quadros da Emissora Nacional em 1938, tendo passado a Locutor em 1940.

Em 1945 transferiu-se para o Rádio Clube Português como Locutor e Produtore e, em 1947 para a Rádio Renascença como Produtor Publicitário e em 1948 para Angola, donde seguiu para o Congo Belga.

Em 1949 apoia a candidatura de Norton de Matos à Presidência da República, o que lhe vale alguns dissabores profissionaus. Razão bastante para ir para Angola, aceitando um contrato do Rádio Clube de Huambo, em Nova Lisboa, onde fica durante um ano.

Em 1950 recebe um convite para trabalhar no Congo Belga e vai para Leopoldville. Em 1952 transfere-se para a Bélgica onde dirige a Secção Portuguesa da Radiodifusion Nationale Belge – Section Ibérique.

Em 1954 retorna a Portugal, primeiro à Rádio Renascença, depois ao Rádio Clube Português onde vai permanecer muitos anos. Retoma também a sua carreira no Cinema, mas os anos são agora magros. Onde, deveras, Fernando Curado Ribeiro vai investir é no Teatro.

Actor de cinema, a partir de 1940 actuou em filmes como “O Costa do Castelo”, em 1943, “A Menina da Rádio”, em 1944, “Os Vizinhos do Rés-do-Chão”, em 1947, “O Leão da Estrela”, em 1947, e “O Noivo das Caldas”, em 1956. Em 1954 estreou-se no palco, actuando no Teatro Monumental, em Lisboa. Em 1956 tornou-se encenador no Parque Mayer. E a partir de 1958 tem actuado na RTP em peças de teatro, variedades e telenovelas. Publicou: “Diário de uma voz”, em 1948, e “Produção, realização e estética”, em 1964.

O nome de Curado Ribeiro faz parte da Toponímia de Almada (Freguesia da Sobreda); da Amadora; Beja, de Cascais (Freguesia de Alcabideche); de Lisboa (Freguesia do Lumiar, Edital de 24-09-1996); de Oeiras (Freguesia de Algés); de Sintra (Freguesia de Algueirão-Mem Martins); do Seixal (Freguesia de Corroios); e de Vila Franca de Xira (Freguesia de Vialonga e de Vila Franca de Xira).

Fonte: “O Grande Livro dos Portugueses”, (Círculo de Leitores, 1990, Pág. 438)

Fonte: “Dicionário Cronológico de Autores Portugueses”, (Vol. IV, Organizado pelo Instituto do Livro e das Bibliotecas, Coordenado por Ilídio Rocha, Publicações Europa América, Março de 1998, Pág. 726 e 727)

Fonte: “Quem É Quem, Portugueses Célebres”, (Círculo de Leitores, Coordenação de Leonel de Oliveira, Edição de 2008, Pág. 450).

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: