“Gil Moreira, um grande Ciclista praticamente desconhecido, nasceu faz hoje 110 anos”

 

Gil MoreiraAbílio GIL MOREIRA, Desportista, nasceu no Lugar da Rebolaria (Batalha), a 13-07-1907, e faleceu em Alcobaça, a 21-04-1988. Muda-se para Lisboa (Caxias) ainda muito jovem, após o falecimento de sua mãe. Inicia-se no ciclismo, onde se tornará um pistard e sprinter famoso, contemporâneo de José Maria Nicolau e Alfredo Piedade.

Vencedor das provas clássicas da União Velocipédica em 1931; vencedor da Volta dos Campeões da Figueira da Foz em 1932; vitória na Taça Inválidos do Comércio, vencedor da Volta a Portugal em miniatura com 6 etapas; vencedor do Lisboa-Cascais-Lisboa; vencedor da Taça Olympique; vencedor dos Circuitos de Almada e do Cartaxo; vencedor da prova Alcanena-Alcobaça e Grande Prémio da Vila Moreira; 16 vitórias em provas de pista, nomeadamente Campeonato Regional; Horas à Americana, Critério Internacional, Provas de Velocidade Pura e de Perseguição; 2 vitórias sobre rolos; recordista dos 1.000 metros (todos estes triunfos foram obtidos individualmente). Colectivamente: 16 triunfos, formando equipa com José Maria Nicolau e Carlos Domingos Leal (equipa do Benfica), entre os quais sobressaíram a Taça União, Taça Olympique, Taça Portugal, Taça Lusitano, Taça Lisboa-Cartaxo e 3 vitórias consecutivas nas “12 Voltas à Gafa”.

Em Abril de 1934, participa com Carlos Domingues Leal e César Luís (em substituição de Nicolau), no famoso raide velocipédico Lisboa-Paris-Lisboa, em homenagem aos combatentes portugueses tombados na Grande Guerra.

Em 1939 adoece gravemente, realizando-se um Festival em sua Homenagem no Estádio do Lumiar, a 4 de Agosto de 1940. Depois de ter terminado a sua carreira como ciclista, é Director na Iluminante, a primeira equipa de ciclismo profissional em Portugal e posteriormente torna-se Jornalista e Cronista a tempo inteiro na revista Stadium, no Mundo Desportivo e Diário de Notícias, pois já antes escrevia no jornal “Os Sports”.

É a ele que se deve a primeira participação de uma equipa portuguesa na Volta à Espanha e também a participação de Alves Barbosa no Tour de França, que acompanha como repórter. Treina várias equipas de ciclismo, entre elas, o Águias de Alpiarça.

Escreve o livro “ABC do Ciclismo” em 1964 e a sua famosa “A História do Ciclismo Português” em 1980.

Fonte: “Dicionário dos Autores do Distrito de Leiria”, (Coordenação de Acácio de Sousa, Ana Bela Vinagre e Cristina Nobre, Actualização ao Século XX, Magno Edições, Leiria, 2004, Pág. 57)

Fonte: “História do Ciclismo em Alpiarça”, de José João Marques Pais”

Fonte:  “História do Ciclismo em Portugal”, de Miguel Barroso

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: