O General Galvão de Melo que, por erro de escolha ou táctica militar, foi o representante da Força Aérea, na Junta de Salvação Nacional, quando se deu a Revolução de 25 de Abril de 1974, se fosse vivo, faria hoje 96 anos de idade.

 

“As coisas menos boas, também devem ser lembradas”

 

Galvão de MeloCarlos GALVÃO DE MELO, Militar e Político, nasceu na Freguesia de Buarcos (Figueira da Foz), a 04-08-1921, e foi encontrado morto na sua residência em Alcabideche (Cascais), a 20-03-2008. Era filho de António Augusto Ferreira de Melo, natural de Mangualde, e de Cecília Rosa Teles de Noronha Galvão.

Passou parte da sua infância na Aldeia de Oliveira, em Mangualde, de onde a sua família era originária. Estudou no Liceu Camões, em Lisboa, na Universidade Clássica e, finalmente, na Academia Militar, terminando o curso de Aeronáutica Militar em 1943, tendo mais tarde concluído o curso de Estado-Maior com distinção.

Em 1960, Galvão de Melo foi destacado para chefiar um missão em Moçambique e um ano depois foi colocado em Angola, de onde foi destituído por ter denunciado negócios marginais que se faziam em aviões militares a coberto das altas patentes. Até 1966 criou e dirigiu o curso de Estado-Maior da Força Aérea, a funcionar no Instituto de Altos Estudos. A seguir ao 25 de Abril de 1974, foi o representante da Força Aérea na Junta de Salvação Nacional.

Em 1980, foi candidato independente à Presidência da República, depois de uma passagem como Deputado pelo CDS na Assembleia Constituinte. Dividia o seu tempo entre um blog que criou, os courts de ténis e solicitações para participar em palestras ou em entrevistas.

Em Outubro de 1993 foi um dos fundadores da Associação de Amizade Portugal-Indonésia (cujo Presidente era Manuel Macedo, antigo membro da Rede Bombista), o que lhe fez perder muito da popularidade que ainda tinha.

Foi agraciado com o grau de Cavaleiro da Ordem Militar de São Bento de Avis (27-10-1953); Oficial da Ordem Militar de São Bento de Avis (11-08-1964); Grã-Cruz da Ordem do Mérito, da Alemanha Ocidental (09-05-1989).

Fonte: “IOL Diário” e “jornaldamadeira.pt”

Fonte: “Dicionário do 25 de Abril”; (Verde Fauna, Rubra Flor, de John Andrade, Editora Nova Arrancada, Sociedade Editora, S.A.. 1ª Edição, Setembro de 2002, Pág. 170 e 171).

Fonte: “Quem É Quem, Portugueses Célebres”, (Círculo de Leitores, Coordenação de Leonel de Oliveira, Edição de 2008, Pág. 352).

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: