Wanda Ramos, uma Escritora na Toponímia nacional.

 

Massamá 1205Wanda Ramos, nasceu no Dondo (Angola), a 18-02-1948, e faleceu em Lisboa, a 29-08-1998. Era filha de pais portugueses, mudou-se para Portugal, em 1957, aos nove anos de idade, e aqui prosseguiu os seus estudos. Licenciou-se em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras de Lisboa e fez uma pós-graduação em Ciências Documentais. Colaboradora de diversas publicações, entre as quais: A Capital, Diário de Notícias, Diário de Lisboa, Diário Popular, Fenda, Loreto 13 e África. A sua estreia literária deu-se com o livro de poemas »Nas Coxas do Tempo«, (1970), seguido por »E Contudo Cantar Sempre«, (1979), e »Poemas-com-Sentido«, (1986), obras em que o tema central é o tempo. Este tema tem prevalecido, também, ao longo da sua caminhada ficcional.

O seu primeiro romance »Percursos« (Do Luachimo ao Luena), (1981), galardoado com o prémio da Associação Portuguesa de Escritores, consagrou a autora como um dos nomes mais importantes da ficção portuguesa dos últimos anos. Construíndo a partir das suas memórias pessoais, recorda a sociedade colonial e dá a conhecer a sua visão da guerra colonial, sob um ponto de vista feminino.

Publicou de seguida o romance »As Incontáveis Vésperas«, (1983). Fez uma incursão pelo território do fantástico no livro de contos »Os Dias Depois«, (1990) e regressou ao romance com »Litoral« (Ara Solis) (1991), obra com referências autobiográficas.

Obras principais: E Contudo Cantar Sempre, (1979);  Intimidade da Fala, (1983); As Incontáveis Vésperas, (1983); Poe-mas-com-sentidos, (1986), Os Dias Depois, (1990); Litoral (Ara Solis), (1991).

O seu nome faz parte da Toponímia de: Almada (Freguesia da Charneca de Caparica); Lisboa (Freguesia do Areeiro, antiga Freguesia o Alto do Pina); Seixal (Freguesia de Corroios); Sintra (Freguesia de Massamá *).

Fonte: “Quem É Quem, Portugueses Célebres”, (Círculo de Leitores, Coordenação de Leonel de Oliveira, Edição de 2008, Pág. 439).

Nota: A “Placa Toponímica” pertence à Rua Wanda Ramos, na Freguesia de Massamá, existe por proposta minha feita à Junta de Freguesia, para a, então chamada, “Unidade Residencial de Tercena”. (13)

 

Anúncios

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: